© 2019 by Flávio Aires.

Proudly created with Wix.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon

Desenvolvido por Flávio Aires

flavioaires01@gmail.com | Tel: 81 - 9 8818-9851 | 3432-1787

Recife-PE

 

O QUE SÃO OS ENCONTROS NORDESTINOS DA ABORDAGEM CENTRADA NA PESSOA?

Os Encontros Nordestinos da abordagem centrada na pessoa seguem uma certa tradição de eventos que se inspiram nos famosos grupos organizados por Rogers e sua equipe, com a intenção de proporcionar condições para experiências intensivas, seja de caráter prático, teórico ou vivencial. A hospedagem no local do evento viabiliza a convivência dos participantes em uma comunidade que é atravessada pelas bases da Abordagem.

Diante disso, a comissão organizadora cumpre a missão de propiciar as circunstâncias estruturais para que o evento aconteça.
O Encontro acontecerá a partir de escolhas e caminhos tomados pelo próprio grupo que estará presente. Haverá oportunidade para que estudantes e profissionais que se identificam com a proposta da Abordagem aproximem-se e troquem experiências pessoais, profissionais e acadêmicas.
 
A configuração no estilo de “imersão” possibilita que essas trocas aconteçam em diferentes espaços e momentos, não seguindo a tradição dos eventos científicos mais comumente conhecidos, com programações e horários previamente definidos pela organização, embora a apresentação de trabalhos em formato acadêmico também possa fazer parte da proposta do encontro.

Escrever sobre os Encontros é sempre difícil, pois quem já participou de outros sabe que cada Encontro é único e seguirá o ritmo, o tom, a melodia, o som e a harmonia do grupo que ali estiver. É por acreditarmos na força da coletividade e na potencialidade da ACP que convidamos você, que tem afinidade com a proposta da Abordagem, a se abrir a esta nova experiência que será o XXI Encontro Nordestino da ACP! Venha para a Paraíba viver isso conosco!

Um caloroso abraço paraibano,

Comissão Organizadora (Carla, Flávio, Gabriel, Helga, Luíza e Virginia)

Praia de Carapibus -

Conde - PB

17 a 21 Abril

Praia de Carapibus -

Conde / PB.

De 17 a 21 de abril de 2020

“Minha terra tem

O Cantar dos passarinhos,

Na lagoa, os gansinhos,

Com seu nado devagar;

As morenas tão gentis,

Ostentando os seus perfis

Numa noite de luar...

Não tem a fama da baiana,

Mas a paraibana

Sabe amar, tem sedução;

Paraíba hospitaleira,

Morena brasileira,

Do meu coração!”.

(Meu Sublime Torrão – Genival Macedo)

1/6
Sobre João Pessoa – PB 
 
A cidade de João Pessoa é  a capital do Estado da Paraíba que localiza-se na região Nordeste do país. Com aproximadamente 800.323 habitantes, a capital paraibana é a oitava cidade mais populosa da região Nordeste e o município mais populoso do estado. Fundada inicialmente, em 1585, como "Cidade Real de Nossa Senhora das Neves", João Pessoa é a terceira capital de estado mais antiga do Brasil.
Em João Pessoa localiza-se o ponto mais oriental das Américas, conhecido como Ponta do Seixas, tal fato a vez ser conhecida como "Porta do Sol" ou “cidade onde o sol nasce primeiro”. O nascer do sol na Praia do Seixas é um momento espiritual de contato com a natureza, da mesma forma o pôr do sol na Praia do Jacaré ao som do Bolero de Ravel é uma experiência singular e envolvente.
Foi considerada a “segunda cidade mais verde do mundo”, perdendo apenas para Paris, França. João Pessoa é ainda a cidade mais verde do Brasil, tal fato deve-se pela existência do Jardim Botânico Benjamim Maranhão que consiste em 515 hectares de mata atlântica preservada localizada, portanto se constitui a maior floresta semiequatorial nativa cercada por área urbana do mundo.
Em 2017, João Pessoa recebeu da UNESCO o título de cidade criativa o que a elevou ao status de "Cidade Brasileira do Artesanato". O reconhecimento de João Pessoa a coloca na rota turística brasileira por sua arte popular.
A cidade se destaca por suas belezas naturais e praias exuberantes. Tendo um clima amistoso o ano inteiro com verão longo, quente e de céu encoberto, o litoral de João Pessoa é vasto com praias famosas e muito procuradas por turistas de todo o Brasil, a exemplo da Praia do Seixas com suas piscinas naturais, lugar ideal para esportes náuticos e conhecimento da biodiversidade marinha.
O patrimônio histórico e cultural de João Pessoa também representa um valor de destaque da cidade. O famoso Farol do Cabo Branco, lugar de registro do ponto mais oriental das Américas; o Centro Histórico, com construções do Século XVI, reconhecido como patrimônio nacional do mundo desde 2007; o Parque Sólon de Lucena, coração da cidade; são exemplos de lugares históricos que todo turista deve conhecer.
 
Sobre a Praia de Carapibus
 
Com águas tranquilas e transparentes, a praia de Carapibus localiza-se no litoral sul paraibano, município do Conde, região metropolitana de João Pessoa. Sendo uma das mais belas praias do litoral sul, Carapibus situa-se cerca de 30 km aproximadamente da capital João Pessoa, 20 minutos de carro ou 40 minutos de ônibus, o acesso se dá pela Rodovia PB-008.
Aos amantes da natureza, a paisagem de Carapibus é banho para os olhos. A praia encontra-se escondida na mata nativa, com águas transparentes e falésias grandiosas onde se pode ter uma visão panorâmica do litoral. O acesso para a praia se dá por escadarias ou mesmo ladeiras que proporcionam ótimos registros fotográficos de uma natureza esplêndida. Na maré baixa, a grande atração são as piscinas naturais que se formam nas pedras e dão espaço a opções de lazer, a exemplo da prática de mergulho e esportes náuticos.
Pra quem busca tranquilidade em contato com a natureza, a Praia de Carapibus é o lugar ideal. Por conta de sua localização, não é permitido passeios motorizados, portanto, a melhor opção ainda é a caminhada a beira-mar com pés tocando a areia e a água. 
 

Comissão organizadora

Show More
 
Carla Brandão
Minha relação com a Abordagem Centrada poderia ter começado no 1º semestre da
graduação com um livro que ganhei da Renata, minha irmã: “Tornar-se Pessoa”. O título
inquietante repousou na estante por algum tempo, sempre me instigando a querer saber o
que seria “Torna-se Pessoa”. Seria isso algo óbvio? A leitura só ocorreu no final do Curso,
quando tornar-se pessoa já fazia algum sentido nada óbvio para mim. Foi depois de Cursar a
disciplina Aconselhamento Psicológico II, com a professora Sonia Gusmão, época em que
comecei a compreender que este Tornar-se é contínuo, particular e inacabado; e que eu
poderia tornar-me, e poderia facilitar outras pessoas a tornarem-se... Até então, não sabia ao
certo do que pretendia com a Psicologia, mas estava certa do que não pretendia. No percurso
destas descobertas, ingressei no Estágio em Clínica Centrada, sob a supervisão da Sonia, e
como estagiária, fiz parte da fundação do Plantão de Escuta Psicológica na UFPB. Naquele ano
de conclusão do Curso, o III ENACP foi realizado em João Pessoa e tive a oportunidade de
participar da organização e viver muitas e novas experiências neste Encontro. Desde então,
nos vários percursos na profissão me mantive orientada pelos princípios da ACP, que
permanece sendo minha principal referência de trabalho, de relação humana e de cuidado.
Espero que este Encontro seja de oportunidade, abertura, reencontro e muitas possibilidades
para todos nós.
Flávio Lúcio
Minha vida com a Abordagem Centrada na Pessoa iniciou ainda na graduação
por ocasião da disciplina Aconselhamento Psicológico, no sétimo período do
curso de psicologia da UFPB. Momento este em que ocorreu não apenas meu
contato com a abordagem, mas também com a perspectiva fenomenológico-
existencial e humanista em psicologia. Posso assim dizer que foi um momento
de encontro, haja vista ter sempre me questionado da necessidade de uma
psicologia que visse e tocasse o homem por sua experiência de ser. Antes
mesmo da graduação, na minha experiência de mundo com trabalhos em
comunidades eclesiais de base, juventude e direitos humanos, essa
inquietação já se fazia presente nas minhas vivências. Foi numa experiência de
extensão universitária com plantão psicológico, numa comunidade vulnerável,
que pude concretamente perceber a urgência de tal psicologia. Logo após,
optei pela clínica centrada na pessoa na qual atuo até hoje. Sou professor de
psicologia humanista e fenomenológico-existencial, oriento estágios e facilito
trabalhos voltados para a abordagem. Acolher e organizar o XXI ENACP é a
concretização de um sonho que consiste em dar continuidade a Abordagem
Centrada na Pessoa hoje, entre todas as intempéries do mundo atual, acredito
que a ACP se atualiza todos os dias e somos responsáveis por participar de tal
construção que se iniciou em Rogers, mas nunca será finda.
Luíza Rocha

Costumo dizer que foi a Abordagem Centrada na Pessoa (ACP) que me encontrou.
Entrou em minha vida ainda no quarto semestre da graduação, quando eu já me preparava
para abandonar o curso! Até o terceiro período eu não conseguia me ver psicóloga nos
modelos que me estavam sendo apresentados e tampouco sabia que existia outra
possibilidade, vivia um grande conflito.
Fui persistente e resolvi me matricular no quarto período, como se fosse minha última
chance! Para minha felicidade nesse semestre tive aula de Psicologia Humanista Existencial
com Antonio Coppe e, pela primeira vez, ouvi falar sobre Carl Rogers, quem se tornaria minha
referência em psicologia. Fui laçada, me encantei com a concepção filosófica do ser humano
que Rogers trazia. Busquei meu desenvolvimento pessoal e profissional sob a orientação da
ACP e, desde então, ela faz parte de mim.
Com o sonho de ser uma pessoa multiplicadora, levando essa maneira de ser a
diversas pessoas para além do consultório, me tornei uma das fundadoras do Centro de
Psicologia Humanista em Belo Horizonte, onde temos o compromisso primeiro de difundir a
ACP através de cursos, seminários e outras atividades; de formar psicólogos clínicos centrados
na pessoa e de oferecer atendimentos a preços sociais.
Como parte de minha formação, me dediquei a aprender e desenvolver o atendimento
infantil de maneira centrada na pessoa; fui docente durante 18 anos navegando entre as
exigências encarcerantes do sistema educacional e a filosofia de vida centrada na pessoa;
descobri uma das mais belas e efetivas maneiras de ajudar as pessoas a serem elas mesmas,
que é através dos grupos de encontro e me tornei uma facilitadora. Trilho também o caminho
proposto por E. Gendlin, um dos maiores colaboradores de Rogers, que é a focalização. Dessa
forma a abordagem centrada na pessoa faz parte de mim desde sempre.
E entre tantas coisas lindas que a ACP me proporciona, está a oportunidade de
conhecer pessoas que comungam dessa maneira de ser humanizada, aberta ao outro,
confiante no potencial humano, empática e disposta a viver relações autênticas.
Maria LUÍZA Rocha de Andrade
Helga Hofmann
Meu primeiro contato com a ACP deu-se ainda durante minha formação
acadêmica, em meados de 1988, através das aulas da então professora, e hoje
querida amiga, Sônia Gusmão. Foi uma descoberta impactante, ocorrida pouco
antes da conclusão do meu curso de graduação, e que mudou minha vida pessoal
e profissional para sempre.
Desde então, venho participando da grande maioria dos espaços onde a
comunidade da ACP se encontra, tais como Encontros Nordestinos, Íbero-
Americanos (desde quando ainda se chamavam “Latinos”) e Fóruns Brasileiros.
Tais vivências, contatos, reflexões e estudos contribuíram, e continuam
contribuindo, com a ampliação da minha existência em todos os sentidos: como
profissional, como mãe, enfim, como o todo que me compõe; sempre em
processo de ampliação, sempre em movimento.
Atuo como psicóloga clínica, facilitadora de grupos e supervisora, dentro da ACP,
e tenho a convicção, a partir de minha vivência, de que cada encontro, a exemplo
do que ocorrerá logo mais em Carapibus, consitui uma grande oportunidade de
enriquecimento pessoal e profissional para os seus participantes. Aguardo vocês
em abril de 2020. Abraços afetuosos!
Gabriel Pereira

Tive o primeiro contato com a Abordagem Centrada na Pessoa durante a graduação em psicologia na
UFPB, em João Pessoa. Àquela altura, passados os primeiros semestres, o curso começava a fazer mais
sentido para mim, principalmente através de disciplinas que me provocavam a reflexão sobre as
possibilidades de contribuição da psicologia em diferentes contextos de vulnerabilidade social. Contudo,
sentia falta de aprender mais sobre como ouvir, como intervir, como estar em uma relação de ajuda, e a
Abordagem surgiu como uma perspectiva enxerguei a relação entre teoria e prática de um modo com o
qual me identifiquei rapidamente, desde quando me foi apresentada pela professora Marísia Oliveira. Na
reta final do curso, me reaproximei da Abordagem, participando do Serviço de Escuta Psicológica e do
estágio em psicologia clínica, ambos supervisionados por Inaligia Gomes. Pude ampliar meus repertórios
profissionais e pessoais, me afinando com o modo de ouvir, de problematizar e de implicar-se na relação
de escuta. A ACP me ampara, de um modo muito especial, no meu desenvolvimento profissional, seja na
clínica ou em outros espaços que transito.
Virgínia Teles

Costumo dizer que minha vida com a ACP é como uma relação amorosa:
marcada pela intensidade, cheia de altos e baixos, com muitos momentos de
tensão e até ameaça de rompimento, mas também de muita calmaria e
alojamento. Estou com a ACP desde a graduação, quando me encantei pela
clínica através da Abordagem. Já experienciei o atendimento clínico em
consultório, mas me encontrei na docência. Há dez anos ministro aulas
relacionadas à ACP, oriento estágio com práticas na psicoterapia, no plantão
psicológico e em grupos de apoio. Este será o meu 7º Nordestino e com todas
as inquietações típicas de meu jeito de ser, gosto de afirmar, inspirada numa
frase de nossa querida Sonia Gusmão, que estou com a ACP porque ela é
quem diz melhor de minha experiência.
 

COMO FAZER SUA INSCRIÇÃO

Para efetivar sua inscrição preencha todas as informações solicitadas no formulário que você encontrará disponível no final da página. Aguarde as instruções para o pagamento, que lhe serão enviadas prontamentepor e-mail. Vale lembrar que sua inscrição só estará assegurada mediante o pagamento da primeira parcela.

 

PERÍODO DAS INSCRIÇÕES

 

As inscrições terão início em 10 julho de 2019 e términoaté 10 de março de 2020. Ressalta-se que o encerramento das inscrições está condicionado ao preenchimento das vagas disponíveis, podendo ocorrer a qualquer momento.

 

VALOR DA INSCRIÇÃO

 

O valor varia conforme o tipo de acomodação escolhido pelo (a) participante, como demonstra a tabela abaixo.

A inscrição contemplaa participação no evento, hospedagem napousada com todas as refeições incluídas (café da manhã, almoço e jantar), além de “coffee breaks” diários.

 

Informamos às pessoas que participarão pela primeira vez, que devido ao regime deimersão característico dos Encontros, não será possível a participação sem a estadia na pousada, mesmo que o participante tenha residência na cidade.

INSCRIÇÃO COM PAGAMENTO PARCELADO

 

A depender das datas em que as inscrições forem realizadas, poderão ser parceladas em até 09 (nove) vezes, conforme a tabela abaixo.Somente após o pagamento da primeira parcela (ou do valor total no caso de pagamentos à vista) é que sua inscrição, na modalidade escolhida, será confirmada.   Novamente sinalizamos que as inscrições serão encerradas até o dia 10/03/2020 ou a qualquer momento, após o preenchimento das vagas disponíveis.

SOBRE OS PAGAMENTOS

 

Os pagamentos serão feitos através de depósitos e/ou transferências bancárias, sendo o primeiro vencimento até o dia 31 de julho de 2019 e o restante das parcelas com vencimento no dia 10 de cada mês. Você receberá instruções por e-mail, assim que preencher e enviar sua ficha de inscrição.

(*) Solicitamos que os apartamentos quádruplos sejam preenchidos apenas por estudantes de graduação. Essas acomodações serão limitadas e preenchidas de acordo com a ordem das inscrições. Os estudantes que quiserem fazer a inscrição para essa acomodação, deverão enviar uma cópia da carteira de estudante ou comprovante de matrícula ao realizarem suas inscrições. Caso o estudante opte por apartamento individual, duplo ou triplo não precisará comprovar o vínculo institucional.

 

Atenção: Se o pagamento à vista for realizado até o dia 31/07/2019, o participante terá 5% de desconto no valor da inscrição.

SOBRE OS PAGAMENTOS

 

Os pagamentos serão feitos através de depósitos e/ou transferências bancárias, sendo o primeiro vencimento até o dia 31 de julho de 2019 e o restante das parcelas com vencimento no dia 10 de cada mês. Você receberá instruções por e-mail, assim que preencher e enviar sua ficha de inscrição.

ACOMODAÇÃO NOS APARTAMENTOS

 

Você encontrará um espaço na ficha de inscrição, onde poderá informar com quem gostaria de dividir o apartamento. A comissão atenderá sua solicitação, se houver coincidência nas escolhas de todos os participantes escolhidos, caso contrário, a comissão fará a divisão, levando em conta outros critérios de escolha solicitados.

 

DESISTÊNCIA

 

Se houver desistência e a comissão for notificada até o dia 10 de janeiro de 2020, o participante será ressarcido em 75% do valor pago. Após essa data, se não houver uma nova inscrição que substitua a inscrição do participante desistente, o ressarcimento não será mais possível, tendo em vista o compromisso prévio firmado com a pousada contratada.

FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO 

Clique no botão INSCRIÇAO.  Preencha TODOS os dados solicitados; lembre-se de colocar um e-mail atual, pois, será através dele que receberá nossas instruções. Feito isso nos remeta a ficha e aguarde.

​​Estaremos disponíveis para tirar quaisquer dúvidas sobre a inscrição e/ou o evento através do e-mail enacp2020@gmail.com.

 

Parceiros 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now